Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GALERIA DOS GOESES ILUSTRES

INTROSPECÇÃO SOBRE A ORIGEM, O ALCANCE E OS LIMITES DA IDENTIDADE GOESA, E O SEU CONTRIBUTO HISTÓRICO E SOCIAL EM PORTUGAL E NO MUNDO

GALERIA DOS GOESES ILUSTRES

INTROSPECÇÃO SOBRE A ORIGEM, O ALCANCE E OS LIMITES DA IDENTIDADE GOESA, E O SEU CONTRIBUTO HISTÓRICO E SOCIAL EM PORTUGAL E NO MUNDO

633 «IMPROVÁVEL», de ANTÓNIO ROCHA PINTO

FB_IMG_1642628541114.jpg

 

 

“IMPROVÁVEL"

 

É o título do primeiro romance de António Rocha Pinto, de 60 anos, engenheiro civil. Publicado pelas edições Toth, o romance baseia-se na história da família do autor. 

 

Como o autor nos conta, é uma história, tão improvável quanto verdadeira, de um clínico goês, que aderiu ao comunismo, que se bateu pelos “rojos” na Guerra Civil de Espanha e por fim foi médico de Salazar. 

 

Improváveis também, para mais nessa época, os casamentos de amor de dois irmãos goeses, um com uma holandesa e outro com uma beirã, ao arrepio da tradição indiana de casamentos combinados entre as mães dos noivos. Tão improvável como um homem e uma mulher, em meados do século XX, aguardarem 13 anos à distância de dois continentes, a oportunidade de casarem, adianta o autor. 

 

“Improvável” conta a história da confluência de mundos separados por milhares de quilómetros, e do cruzamento de culturas que uniu Cláudio a Anna, e César a Julieta.

 

ANTÓNIO ROCHA PINTO

António Rocha Pinto nasceu em Lisboa, em 1960, mas tem as suas raízes familiares maternas e paternas, respetivamente, na Covilhã e em Goa. 

 

Passou a sua juventude em Santarém onde ainda vive. Engenheiro civil formado no ISEL, com pós-graduações em Urbanismo e em Gestão, exerce a profissão desde 1982, em conjugação com atividades e participação cívica e sociocultural e com responsabilidades em instituições do Terceiro Sector. 

 

Exerce funções dirigentes na função pública, foi vice-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Almeirim e presidiu ao Clube de Santarém. 

 

Dos pais lhe terá vindo a paixão pelas leituras. Iniciou-se na escrita com a publicação digital de contos – nas redes sociais e no blogue https://quemcontadoiscontos.blogs.sapo.pt/.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D