Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GALERIA DOS GOESES ILUSTRES

INTROSPECÇÃO SOBRE A ORIGEM, O ALCANCE E OS LIMITES DA IDENTIDADE GOESA, E O SEU CONTRIBUTO HISTÓRICO E SOCIAL EM PORTUGAL E NO MUNDO

GALERIA DOS GOESES ILUSTRES

INTROSPECÇÃO SOBRE A ORIGEM, O ALCANCE E OS LIMITES DA IDENTIDADE GOESA, E O SEU CONTRIBUTO HISTÓRICO E SOCIAL EM PORTUGAL E NO MUNDO

560 Major CAETANO FERNANDES (07/11/1867)

98341133_1574111466089473_505951773148577792_o.jpg

“The great man is the man who does a thing for the first time”. — Alexander Smith

★Início de Vida

Nasceu em Goa, mas cresceu em Honawar, no estado contíguo de Karnataka, onde o seu pai, Dr. Bartholomeu Fernandes, era o médico ayurvédico mais renomado da sua época e cujo o seu tratado ilustrado em canarês ainda hoje está em uso.

O Major fez o seu ensino superior no St. Xavier's College, Bombaim; passou o seu L.M. & S. pela Grant Medical College, também em Bombaim, e seguiu para a Europa para estudos superiores.

Obteve seu M.D. em 1893 de Bruxelas com as mais altas honras. Lá, teve o privilégio de conhecer e jantar com Edward VII, que ficou agradado com o jovem que liderava a lista de médicos.

★Serviço á Sociedade

De volta a Bombaim, foi nomeado chefe do departamento de dermatologia do J. J. Hospital e professor de dermatologia no Grant Medical College. Ocupou esses cargos por três décadas e meia, fato esse na altura, sem igual no mundo da dermatologia.

Foi médico consultor dos governadores de Bombaim e de eminentes cidadãos que incluíram marajás, Mahatma Gandhi, Sardar Vallabhbhai Patel e Pandit Madan Malaviya.

A psiquiatria foi outra de suas dedicações. Fernandes conseguiu uma comissão no Serviço Médico Indiano durante a Primeira Guerra Mundial e foi encarregado do Hospital de Guerra da Marinha, com a patente de Major.

Durante um surto de peste, dedicou-se desinteressadamente na cura dos doentes.

Também teve um papel de destaque na vida pública da cidade e foi membro da Corporação Municipal de Bombaim entre 1919-1925.

Foi o primeiro membro católico do Conselho Legislativo de Bombaim.

Juiz de Paz e magistrado honorário da Presidência, foi eleito para o Senado da Universidade de Bombaim, o Conselho Médico de Bombaim, e o Colégio de Médicos e Cirurgiões de Bombaim.

Foi Fundador e Administrador da Gincana Católica e Presidente Fundador da Associação Católica de Kanara (KCA), uma instituição fundada em 1901, que congregava a comunidade Mangaloreana de Bombaim e de forte protagonismo social dos seus membros.

A «Sociedade Cooperativa de Crédito Dr. C. Fernandes», em Honawar, foi iniciada em 1930, após o seu gigantesco depósito de Rs. 3.000 sem juros.

Diz quem o conheceu, que a sua vida foi dedicada ao serviço da humanidade, independentemente da casta e credo.

★Vida Pessoal

O Major Fernandes foi casado com dona Leocádia Annália da Rocha, de família aristocrática de Quitula, Aldona, Goa.

Tiveram quatro filhas e sete filhos.

Faleceu em 1943.
 
 
 
 
 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D